Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Publicado em 09/08/2018

Atualidades

República Democrática do Congo usa vacina experimental contra Ebola para controlar novo surto

População de alto risco no Kivu do Norte receberá imunizante. País vive segundo surto da doença em 2018, com 17 casos confirmados.


Lote de vacina experimental contra o ebola chega à República Democrática do Congo (Foto: Kenny Katombe/Reuters)


O Ministério da Saúde da República Democrática do Congo anunciou nesta quinta-feira (9) que usará uma vacina experimental contra o Ebola para populações de alto risco na província de Kivu do Norte. O país vive o segundo surto de Ebola esse ano com 17 casos confirmados.


"O Ebola é agressivo e nós devemos responder de forma ainda mais agressiva. Começar a vacinação rapidamente é o primeiro passo", disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), em nota.


O ministro da Saúde do país e agentes foram os primeiros a receber o imunizante. Há 3220 doses disponíveis para a vacina e mais doses foram solicitadas.


A vacina, desenvolvida pela Merck em 2016, se mostrou segura em testes com humanos, mas ainda é experimental por não ter uma licença.


O imunizante foi testado em 11841 pessoas em 2015 na Guiné. Com o nome de rVSV-ZEBOV, nenhum caso de Ebola foi registrado no grupo que tomou a vacina. Já dentre os não imunizados, foram registrados 23 casos da doença.


Entre 4 de abril e 13 de maio, a República Democrática do Congo viveu o seu primeiro surto em 2018, com 19 mortes. O surto entre 2014 e 2016 foi o mais complexo desde que o vírus foi descoberto em 1976. No total, foram mais de 11 mil mortes.

G1.globo.com