Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Publicado em 03/10/2018

Fique por dentro

“Existem 360 milhões de surdos no mundo e somente 3% conhecem a Jesus”, alerta pastor

Ronilson Lopes explica aos cristãos que a comunidade surda é ainda um povo não alcançado.


Somente 3% dos surdos conhecem a Jesus”, alerta pastor


A comunidade surda está entre os povos menos alcançados, segundo o pastor Ronilson Lopes, da Igreja Metodista Central em Belo Horizonte. Ele pontuou em uma entrevista para o programa Bate Papo sobre a importância de evangelizar este grupo.


Segundo a Organização Mundial da Saúde, existem 360 milhões de surdos no mundo. O pastor Ronilson salienta que apenas 3% deles conhecem Jesus. Ele esclarece que é importante a igreja entender a Língua Brasileira de Sinais, pois ela é essencial para o alcance de quem tem a deficiência.


Ele explica que a Libras é a segunda língua mais falada do Brasil. Já o pastor Gidiel Câmara aponta que os surdos é um dos povos menos alcançados do mundo.


Ronilson explica: “São 9,7 milhões de surdos no Brasil e são 360 milhões de surdos no mundo. Somente 3% conhece Jesus. É um povo não alcançado. A gente dentro do tempo de missões tem a janela 10/40. A gente fala que os surdos estão dentro da janela 10/41”.


O pastor salienta que o 41 se refere aos surdos. “Eles estão ali dentro da 10/41, para provocar uma discussão. O 41 é para lembrar que existem outros povos que não estão incluídos nessa janela. É uma nação”, coloca.


O pastor Gidiel Câmara ainda pontua que assim como português e o inglês, a linguagem de surdos também é diferente em cada país, que possui a própria língua.


Ronilson ainda ressalta: “Eu acabei de chegar do Panamá. Nós fomos fazer um treinamento missionário. Levamos a equipe de surdos e eles impactaram o mundo. Tinham quatro nações presentes ali e nós fomos em um shopping. Lá tinha uma comunidade surda onde eles se reuniram”, disse.


“A gente teve a oportunidade de ver uma pastora que era a única intérprete do Panamá e eu preguei no Panamá, ali naquele no shopping, para os surdos”, contou.



Guiame.com.br